Data: 8 e 9 de junho de 2017

PORTO ALEGRE – RS – BRASIL



“Os Desafios da Cidade Inclusiva” é o tema central do I Congresso Estadual de Acessibilidade e Inclusão do Rio Grande do Sul, uma realização da ACERGS (Associação dos Cegos do RS) e da FADERGS (Faculdade do Desenvolvimento do RS), com apoio institucional da FADERS (Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PcD e PcAH no RS).

O Congresso faz parte do calendário comemorativo dos 50 anos de fundação e atuação da ACERGS (1967 – 2017). Também contempla o programa pedagógico e o posicionamento da FADERGS, instituição comprometida com a causa da inclusão social, que elegeu esta temática central para o desenvolvimento de atividades com os alunos e professores ao longo de 2017.

Além destas instituições, que são as instituições realizadoras do evento, o Congresso conta com o apoio institucional da FADERS, que tem os temas “acessibilidade” e “inclusão” na essência da sua origem e atuação.

O Congresso busca estar sintonizado com os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da ONU, particularmente o Objetivo 11: “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.”

OBJETIVOS:

- O evento objetiva reunir o conhecimento técnico-científico, as experiências profissionais daqueles que atuam em projetos de acessibilidade e inclusão, e as vivências pessoais dos que necessitam de alternativas de acessibilidade para que realmente sejam incluídos na vida em sociedade.

- É objetivo central do Congresso dar visibilidade aos temas relativos a Acessibilidade e inclusão para toda a sociedade, para além dos grupos diretamente envolvidos.

- Promover a integração entre pessoas com os diversos tipos de limitações (cegos, surdos, cadeirantes, etc.) e entre esses e o conjunto da sociedade.

- Promover a visibilidade e o reconhecimento à todos os setores da sociedade comprometidos com a temática da acessibilidade e da inclusão.

- Os debates e reflexões do Congresso, construídas pelos participantes, serão base para a elaboração da “Carta do Congresso”, que reunirá os objetivos de cada eixo abordado no evento e será enviada a todas as Prefeituras e Câmaras de Vereadores do Rio Grande do Sul.

- A “Carta do Congresso” visa servir de síntese e posicionamento com referência aos objetivos de acessibilidade e inclusão para que o Poder Executivo e o Poder Legislativo de nossos municípios trabalhem em prol dos avanços que se fazem necessários neste tema.

Público-alvo:

- Pessoas que acreditam, precisam e trabalham por uma cidade inclusiva.

- Profissionais, professores e estudantes das áreas da saúde, psicologia, educação, arquitetura, engenharia, cultura, recursos humanos, gestão pública, serviço social entre outras;

- Associações, ONGs e Fundações;

- Pessoas com deficiência ou algum tipo de limitação;

- Idosos;

- Conselheiros tutelares; Conselheiros do Orçamento Participativo; Demais conselheiros.

- Assembleia Legislativa; Câmaras de Vereadores; Prefeituras; Escolas de Educação Especial.

Previsão: 150 participantes



TEMÁTICA DO CONGRESSO: GRUPOS DE TRABALHO

- O Congresso visa refletir e posicionar-se quanto aos seguintes temas, todos sob a óptica da inclusão:

Acessibilidade:

- atitudinal;

- arquitetônica;

- comunicacional;

- instrumental;

- metodológica;

- programática;

- Saúde mental: (inclusão do mercado de trabalho das pessoas

portadoras de transtorno mental)

- Grupo de Trabalho – GT: o participante deve escolher um dos eixos centrais do Congresso para os trabalhos em grupo que ocorrerão no segundo dia do evento pela manhã conforme programação adiante.

Programação:

08/06 – Quinta-feira

- 17h: Credenciamento

- 19h: Solenidade de Abertura

- 20h: Painel – “Os desafios da cidade inclusiva.”

09/06 – Sexta-feira

- 09h: Plenária de Orientação dos Grupos de Trabalho

- 09h30 às 12h: Reunião dos Grupos de Trabalho

-12h às 14h: Reunião dos coordenadores dos Grupos de Trabalho e

Intervalo para participantes

- 14h às 15h30: Painel – “Acessibilidade e Inclusão: olhares transversais”

- 15h30 às 17h: Painel – “Ser diferente é ser normal”

- 17h às 18h: Encerramento – apresentação e aprovação da “Carta do Congresso”

Durante o evento acontecerá a exposição da artista plástica e arquiteta Lygia Marques.

*Cada Painel contará com três painelistas e um coordenador especializados no tema.

*Cada grupo de trabalho contará com dois coordenadores especialistas que farão a introdução do tema, coordenarão os grupos e farão a relatoria das propostas para a Carta do Congresso.

*A composição de todos os painéis e mesas do Congresso contemplará a diversidade (especialistas, pessoas com algum tipo

de limitação, acadêmicos, profissionais, etc).


Inscrições:

Inscrições: de 01 a 31 de maio de 2017

Submissão de trabalhos: de 01 a 20 de maio



Produção Executiva: NOVA PÓLIS – Assessoria e Capacitação

CNPJ: 20.966.667.0001.50

* Os participantes do Congresso receberão certificado de 10 horas válido como horas complementares.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now